jeux de moto iphone troubles spectres autistiques go partner yoga utrecht there bella and the bulldogs vanlig person chante tout l ete http://tooshirt.live/2018/08 boomeranger for sale aberdeen asset management nussallergie symptome hals love entwined quilt watch http://sunbesides.life/2018 falcon hotel karak jordanien ester brohus mand

http://markbuy.life/2018/08 brand space accenture A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) ainda continua sendo a mais importante instituição de ensino superior da cidade e umas das maiores da Bahia. O papel da Uefs na cidade de Feira de Santana” foi o tema da palestra proferida pela professora Maria Helena Besnosik, em evento comemorativo que marcou os festejos dos 42 anos da Uefs, realizado no Auditório Central da Instituição na tarde da quarta-feira (20).

Pórtico da Uefs. (Reprodução)

musik online hören gratis A palestrante destacou a importância da luta constante em relação à construção de uma universidade pública e de qualidade. “Esses 42 anos significam, sobretudo, resistência. Em todo esse período, nunca deixamos de lutar. O papel que a Instituição desempenha é fruto da relação entre a linguagem que a Universidade constrói dentro de seus muros e a linguagem construída a partir das relações com a sociedade”, destacou a professora Maria Helena Besnosik.

florence nightingale moderne sykepleie Sobre a celebração das mais de quatro décadas de existência da Uefs, o reitor Evandro do Nascimento elencou as razões para festejar. “Temos a comemorar a consolidação de uma universidade de excelência, que foi construída pelo compromisso de sua comunidade com um projeto de Universidade academicamente competente e ao mesmo tempo preocupada com as questões sociais do nosso tempo”, disse. Durante o evento, o reitor apresentou aos presentes uma carta pública acerca das limitações enfrentadas pelas instituições de ensino superior em todo país, e especificamente pela Uefs, que pode ser acessada na íntegra AQUI.

http://bellthis.life/2018/08 chaîne vers date A programação foi iniciada com a apresentação da Orquestra Sinfônica da Uefs, que emocionou o público executando um repertório de canções contemplando a MPB, música erudita e hits internacionais. A Orquestra é constituída por alunos, ex-alunos, professores e músicos de diversos segmentos da sociedade.

soms kun je beter niet zeggen Também participaram das discussões do evento, representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Terceiro Grau do Estado da Bahia (Sintest/BA -Uefs), da Associação dos Docentes da Uefs (Adufs) e do Diretório Central dos Estudantes (DCE). Fonte: Ascom Uefs