Tag Archives: Prefeitura de Feira de Santana

ONG vai receber R$ 216 mil da Prefeitura de Feira para esterilizar animais vadios

Cão e gato. (Foto: Selmy Yassuda)

O Governo Municipal firmou parceria com a Associação Protetora dos Animais de Feira de Santana (APA) que se encarregará de esterilizar os animais vadios ou mantidos soltos em vias públicas, visando o controle da natalidade e também possibilitar assistência.

O convênio foi assinado pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho e o presidente da APA, Ricardo Jones de Lima, na manhã de ontem (28), durante solenidade no Centro Municipal de Zoonoses José Machado de Almeida.

As ações serão voltadas principalmente para cães e gatos. Através da parceria, a APA estará habilitada a receber recursos da ordem de R$ 216 mil, liberados em parcelas mensais, durante o período de um ano. Os recursos serão destinados à castração de animais e também para manutenção das instalações da entidade, uma ONG sem fins lucrativos instalada no bairro Santo Antônio dos Prazeres.

A APA abriga atualmente cerca de 250 cães e outra quantidade igual de gatos, todos abandonados em vias públicas em situação deplorável. Na entidade, recebem carinho, assistência adequada e são encaminhados para adoções.

Ao assinar o convênio, o prefeito José Ronaldo ressaltou a importância das ações promovidas pela entidade, que já funciona em Feira de Santana há 12 anos, retirando animais das vias públicas e também incentivando os bons tratos com os animais.

Durante a solenidade também estiveram presentes os secretários de Saúde, Denise Mascarenhas; de Governo, Paulo Aquino; e da Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos, Mauro Moraes; além de guardas ambientais. (Fonte: Secom/PMFS)

 

“Corujão”: Ônibus coletivo vai circular nas madrugadas a partir desse final de semana

ônibus_coletivo_quebrado-passageiros_esperam_ao_lado

Os usuários do transporte público em Feira de Santana já podem contar com ônibus coletivos circulando durante as madrugadas. Os ônibus do corujão já começam a circular nas ruas de Feira de Santana na próxima sexta-feira (30) e prossegue no sábado (31) entre 1:00 e 3:00hs da madrugada. A informação foi dada pelo Governo Municipal, nesta terça-feira (27), por meio do site oficial da prefeitura.

Os ônibus coletivos ficarão estacionados perto da Praça de Alimentação, na Avenida Getúlio Vargas. Também foi divulgada o roteiro a ser seguido pelos ônibus durante as madrugadas. Confiram a seguir.

“De lá [da Praça de Alimentação] sairão rumo aos terminais norte, na Cidade Nova, e sul, no Tomba, com roteiros definidos. Os veículos sairão no intervalo de uma hora. “Será uma opção para quem deseja ficar um pouco mais no centro e que não dispõe de transporte próprio”, afirmou o secretário de Transportes e Trânsito, Ebenezer Tuy.
O roteiro para quem vai para o Norte é o seguinte: avenidas Getúlio Vargas (retorno à altura da rua São Domingos), Maria Quitéria, Fraga Maia, Eduardo Fróes da Motta, ruas Clodoaldo e Tostão. O retorno será pelas ruas 5, Antônio Carlos, Carlos Alberto, avenida Eduardo Fróes da Motta, ruas Landulfo Alves, Najé e Senhor dos Passos.
 Para a região do Tomba: avenida Getúlio Vargas (retorno à altura da rua São Domingos), avenida João Durval (sentido norte), retorno, Presidente Dutra, rua Papa João XXIII e BA 502 (estrada Feira-São Gonçalo). O retorno será pela BA 502, rua Pedro Américo, avenida João Durval Carneiro, Presidente Dutra, JJ Seabra, Praça de Alimentação. Ao chegar no final da linha o veículo vai retornar imediatamente para o ponto de embarque no centro.”
 

Da Redação, Jamil Souza

Prefeitura publica hoje edital para licitação do Sistema de Transporte Público em Feira de Santana

Ônibus coletivo que pegou fogo e foi destruído em fevereiro de 2013, estava em frente à Prefeitura de Feira de Santana. (Foto: Acorda Cidade)

O sistema de transporte coletivo urbano de Feira de Santana pode vir a ser explorado por outras empresas “antes que se encerre o primeiro semestre do ano”, foi o que disse o prefeito José Ronaldo de Carvalho (DEM). Acontece, nesta quarta-feira (21), a publicação dos editais da licitação por parte da Prefeitura Municipal. A afirmação do prefeito aconteceu, na tarde de ontem (20), durante entrevista concedida no prédio da prefeitura, o Paço Municipal Maria Quitéria.

De acordo com matéria no site oficial da Prefeitura, o processo licitatório, que tem por base a lei federal 8.666/93, permitirá a participação de qualquer empresa interessada, desde que preencha os requisitos pré-estabelecidos.

Confira a seguir, os critérios que, segundo a Prefeitura de Feira, irão nortear a escolha das empresas vencedoras do processo licitatório e alguns números e datas.

“Dentre os critérios adotados, ganha pontos, por exemplo, a empresa que fizer maior aproveitamento da mão de obra atual e que diminua a idade média dos ônibus, de 7 para 5 anos de fabricação. Quanto maior for o número de veículos novos apresentados, maior a pontuação na concorrência. Também ganha pontos dentro do critério técnico e de oferta, a empresa que demonstrar capacidade para operar o sistema no menor espaço de tempo possível.

Serão dois lotes. Entretanto, uma mesma empresa não poderá ganhar os dois lotes. Caso isso aconteça, a vencedora terá que optar. O contrato será de 15 anos, com direito a renovação. Cabe ao poder público municipal decidir pela renovação ou não do contrato. Segundo a comissão encarregada do processo licitatório, o prazo para a licitação é de 45 dias, devendo ocorrer em 16 de março próximo. O contrato atual com as empresas que estão explorando o sistema vai até o dia 15 de fevereiro. Caso haja necessidade a Procuradoria Geral do Município poderá emitir parecer concedendo prorrogação do prazo até que se conclua todo o processo licitatório.”

Na foto acima, um ônibus coletivo que pegou fogo e foi destruído em fevereiro de 2013 na Avenida Senhor do Passos, quase em frente à Prefeitura de Feira de Santana. Um  retrato do péssimo estado do transporte público na segunda maior cidade da Bahia. (Foto: Acorda Cidade)

Da Redação do BBG

Rodoviários de Feira de Santana encerram greve, mas ônibus só voltam a circular na sexta-feira (26)

O povo no sol a espera do transporte público em Feira. Com uma frota antiga, muitos ônibus quebram e por conta de problemas elétricos até pegam fogo, causando prejuízo e deixando a população assustada. A exemplo deste veículo da Empresa 18 de Setembro que em 2013, por pouco não deixou vítimas fatais. (Foto: Jamil Souza)

Mesmo com a sinalização do fim da greve dos rodoviários, a população de Feira de Santana continuará sem ônibus coletivos. O transporte coletivo urbano está paralisado desde a terça-feira (23), início da greve, e continuará assim até a próxima sexta-feira (26).

O resultado da reunião entre a prefeitura, sindicato dos rodoviários e o Sincol, entidade que representa os interesses das empresas de ônibus, teve como resultado o encerramento da greve. Porém, os problemas de mobilidade do cidadão feirense continuarão até o dia 26 quando os rodoviários prometem voltar ao trabalho. Só nos resta esperar para saber se os velhos ônibus retornaram, ou não, às ruas de Feira de Santana.

O impasse, a longa discussão e a nota pública da prefeitura de Feira sobre a greve revelam que não há entendimento entre os empresários que exploram a concessão do serviço de transporte, representados pelo Sincol, e o poder publico municipal. A argumentação das empresas de que estão “quebradas”, de que necessitam de um urgente reajuste no preço da passagem e de outro adiantamento no pagamento dos vales transportes comprados pela prefeitura para voltar a operar na cidade, parece até chantagem.

Toda essa querela, somente atesta o quanto é pouco o interesse e a participação da prefeitura no debate sobre o transporte coletivo urbano e a crise deste setor que já é antiga e sempre trouxe prejuízos para a população. Mais uma vez, toda a problemática do transporte publico de Feira de Santana está resumida a uma única obra que é apontada pela Prefeitura como sendo a solução. No passado foi a construção do Sistema Integrado de Transporte, o SIT. Agora a sigla da vez, igualmente sugerida como única solução, é o BRT.

Com uma frota de ônibus envelhecida, a situação que era apenas de desconforto e de queixa pelos contantes atrasos por quebras e problemas mecânicos ou elétricos evoluíram e passaram a ser um risco para a população. Muitos ônibus pegaram fogo em Feira de Santana e por pouco não fizeram vítimas fatais. A longa espera, os atrasos e a notícia de ônibus coletivo quebrado em via pública ou pegando fogo virou coisa comum para os usuários do transporte público.

Sobre a greve que parou os ônibus coletivos em Feira

O feirense acostumado com o sofrimento nos ônibus coletivos começou a padecer com a completa ausência do transporte público na segunda maior cidade da Bahia desde a terça-feira, 23. A greve por tempo indeterminado foi deflagrada na antevéspera do Natal. Os transtornos provocados pela greve dos rodoviários em Feira de Santana continuaram, nesta quarta-feira (24), segundo dia do movimento que parou o transporte coletivo urbano no município.

Pontos de ônibus e terminais de transbordo completamente vazios. Sem ônibus, o transporte clandestino foi opção para quem não conseguiu viajar nas poucas Vans do transporte alternativo, opção apontada pela prefeitura para os usuários do transporte público.

Os motoristas e cobradores dos ônibus urbanos cobram o pagamento da segunda parcela do décimo terceiro salário e benefícios atrasados. Já as empresas estão ameaçando encerrar as atividades por conta de prejuízos supostamente causados pela redução da passagem. Vale lembrar que o preço cobrado na passagem em Feira de Santana é um dos maiores do Brasil e até mesmo de várias capitais do Nordeste.

A paralisação trouxe prejuízos para os comerciantes que sempre esperam lucrar mais com as vendas de final de ano. O povo se vira como pode para se movimentar pela cidade. Dentre os meios mais usados pela população, está o serviço de motoboys.

Jamil Souza

Artista local merece respeito: Prefeitura peca e não divulga adequadamente show com grandes nomes da música feirense

Show_Encontro_com_Beto-Pitombo_Cescé-Amorim_Timbaúba-Albuquerque_e_Bruno-Bezerra

Não adianta produzir eventos musicais com artistas locais e não dar-lhes o devido respeito e visibilidade. Mais uma vez a Prefeitura Municipal de Feira de Santana pecou e feio com a pífia divulgação, pra não dizer inexistente, do show “Encontro” em que grandes e memoráveis nomes da musica baiana e que forjaram grande parte de sua obra em Feira de Santana se apresentaram por ocasião do aniversário da cidade. Lamentável perceber que quando se trata de artistas locais não apenas os cachês são menores como a divulgação praticamente não existe, mesmo que os artistas em questão gozem de grande prestígio pela obra que possuem.

A Prefeitura Municipal de Feira tem espaços publicitários em rádios, jornais, sites e certamente na TV local, porém, não usou estes espaços para publicizar o show em questão. Este e outros exemplos mostram que se fosse uma atração de fora da cidade o tratamento seria outro, a divulgação ampla seria garantida e certamente o cachê melhorado.

A pergunta que não quer calar é: Por que o governo municipal insiste em tratar de forma desrespeitosa os artistas e a produção local?

Incentivar a música, a arte e a cultura local não é favor nenhum. Ao contrário, é dever do poder público municipal zelar pela cultura popular e prestigiar os artistas dessa comunidade, incentivando-os, dando-lhes visibilidades e não apenas jogando-lhes num grande palco. O prefeito tem que estar atento e deveria dar atenção especial a isso.

Beto Pitombo, Cescé Amorim e Timbaúba Albuquerque todos com bem mais de 30 anos de carreira dispensam as apresentações. Individualmente são grandes artistas, com uma obra atemporal sendo sucesso garantido em qualquer apresentação onde estejam. E no meio destes grandes mestres da música feirense, o jovem talentoso e experiente cantor, compositor e instrumentista Bruno Bezerra que tem se destacado por seu trabalho autoral inspirado na cultura do Sertão. O Show Encontro aconteceu na noite desta terça-feira (16), no Espaço Marcus Moraes (antigo ponto de ônibus), na Avenida Getúlio Vargas.

Mais uma vez Jailton Batista à frente da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) fez um belo trabalho ao propor num mesmo palco o “Encontro” desses grandes artistas. Muitos já começam a lamentar a sua saída, Batista que entregou sua demissão ao prefeito José Ronaldo, à frente da Secel não somente dialogou com artistas e produtores independentes na cidade, estreitou laços com instituições sérias como o Cuca/Uefs e como também realizou grandes acontecimentos a exemplo do Natal Encantado.

Não se pode dizer o mesmo da Secretaria Municipal de Comunicação Social (Secom). Já que, segundo o Diretor de Eventos Naron Vasconcelos, que admitiu não ter havido a devida divulgação do show, o pecado foi da Secom que não divulgou corretamente o evento. “Eu e Jailton fizemos o projeto, apresentamos e era papel deles [da Secretaria de Comunicação Social] divulgar o evento”, concluiu Naron que não escondia a alegria em ter participado da idealização do importante show.

Falando ao Blog Bahia Geral, Jailton Batista atribuiu a quase inexistente divulgação do show a uma “possível falha de comunicação” entre as secretarias. De fato, houve uma enorme “falha” de comunicação, na verdade um falta ou pecado. Que tem sido comum quando se trata de produções de artistas locais, grande pecado.

Apesar do belo palco o som também deixou a desejar e não esteve à altura nem dos grandes artistas que se apresentaram nem dos músicos que os acompanharam, a exemplo de Marcel Torres (vencedor do prêmio Vozes da Terra) nos violões, o talentoso Anderson Silva esteve no baixo e os outros belos exemplos da música boa que sempre se fez em Feira de Santana e que compuseram a banda.

Excetuando o som de péssima qualidade e o “pecado” da prefeitura, o show foi um belo espetáculo e animou o público presente. O Espaço Marcus Moraes somente não encheu por conta da falta de divulgação. Mesmo assim, surpreendidas com o evento, muitas pessoas pararam, estacionaram seus veículos e foram assistir ao excelente espetáculo. Todas comentando o fato de não terem “escutado nada sobre o evento”.

No final do espetáculo, é digna de nota a especialíssima participação de outro grande mestre da nossa música, Tonho Dionorina. Beto Pitombo, Cescé, Timbaúba e Bruno Bezerra convidaram o mestre Dionorina para fechar a apresentação.

Esperamos que a Prefeitura mude a postura, a Secom reveja suas ações e que numa próxima oportunidade a divulgação seja feita à altura da boa música que se produz em Feira de Santana. Uma oportunidade se apresenta, já que, em nota na sua página no Facebook, o grande mestre Timbaúba Albuquerque informou que “Encontro” dele “com Cescé Amorim, Beto Pitombo e Bruno Bezerra será reprisado na semana do Natal”.

O poder público municipal não pode fechar os olhos para a produção artística local, fingir que ela não existe ou tratá-la como menor. Os artistas de Feira são ótimos e atraem público sim. Basta divulgar. Afinal, Feira Pulsa. Viva Feira!

Jamil Souza

Grupo espanhol vai investir 18 milhões de euros para se instalar e reciclar o lixo de Feira de Santana

O lixo domiciliar e o entulho, produzido pela construção civil, saem das ruas e são levados para um aterro, mas, poderiam ser tratados e reciclados. Prefeito José Ronaldo em reunião com executivos de grupo Espanhol que pretende reciclar o lixo da cidade.

O lixo em Feira de Santana que já foi responsável por debates, brigas e escândalos envolvendo o poder público municipal e políticos da cidade, vai ser explorado pelo grupo espanhol Fortis Detailed Studies S.L., especializado na reciclagem de lixo e na sua transformação em energias renováveis. Os espanhóis informaram, nesta quarta-feira (05), que pretendem investir 18 milhões de euros na implantação de uma usina de tratamento de lixo na cidade.

Prefeito José Ronaldo em reunião com executivos de grupo espanhol que pretende reciclar o lixo da cidade. (Foto: Secom/PMFS)

Prefeito José Ronaldo em reunião com executivos de grupo espanhol que pretende reciclar o lixo da cidade. (Foto: Secom/PMFS)

O prefeito José Ronaldo de Carvalho recebeu no Paço Municipal Maria Quitéria a visita do empresário Francisco Javier Ávila, que lhe passou confirmação. A instalação da empresa se dará aravés de uma PPP, Parceria Público Privada, cujos detalhes estão sendo tratados entre a Fortis Detailed e as secretarias municipais do Planejamento, Convênio e Gestão e Serviços Públicos.

De acordo com informações do site da prefeitura de Feira, a implantação da usina vai gerar entre 150 a 400 empregos diretos. Ainda que o grupo espanhol tem 24 anos de mercado e atua em mais de 20 países espalhados pela Europa, África, Ásia e Oceania, com sede nas proximidades da cidade de Granada. A vinda da empresa é um resultado das visitas do prefeito José Ronaldo à Espanha, com destaque para a segunda visita oficial que o prefeito fez a cerca de três meses com o fim de atrair investimentos para Feira de Santana.

Jamil Souza
 

Big brother feirense: Zoom das câmeras que estão sendo instaladas na cidade é de 1,5 km

Segundo relatou um diretor da empresa contratada pelo governo municipal para montar a parafernália, no big brother feirense serão utilizados equipamentos com “tecnologia de ponta”. Em relação aos custos dessa empreitada para os cofres públicos nada foi declarado.

Os cidadãos de Feira de Santana já podem se sentir fazendo parte de um grande reality show cercado de olhos/câmeras por todos os lados. A instalação de câmeras de monitoramento pela prefeitura municipal em vários pontos da cidade, incluindo a zona rural, tem por finalidade garantir vigilância, aumentar a segurança e faz parte de uma parceria com o governo federal. De acordo com a prefeitura as câmeras serão programadas para funcionar 24hs por dia e possuem lentes poderosas, seu alcance podendo chegar a distâncias de até 1,5 quilômetros, não deixando nada livre de sua observação.

As imagens captadas por estes “olhos” e que estão programados para não perder nada diante do seu campo de visão, serão transmitidas em tempo real e enviadas a uma central, que vai ficar na Secretaria de Prevenção à Violência (Seprev) ligadas por cabo ótico ou via rádio. Inicialmente as câmera serão instaladas na Estação de Transbordo Central (Modezil Cerqueira), na rua Olímpio Vital, o primeiro espaço público a receber os equipamentos. Ainda de acordo com a prefeitura, serão instalados 197 destes equipamentos em locais da na zona urbana e na também na zona rural. Os locais serão definidos com base em dados estatísticos, relacionados às ocorrências nos locais.

Alguns detalhes técnicos do equipamento foram divulgados numa matéria publicada no site da prefeitura municipal. Segundo relatou um diretor da empresa contratada pelo governo municipal para montar a parafernália, no big brother feirense serão utilizados equipamentos com “tecnologia de ponta”. Em relação aos custos dessa empreitada para os cofres públicos nada foi declarado.

Não sabemos quanto custou para os contribuintes feirenses montar toda essa estrutura de monitoramento. Mas, uma coisa fica clara: se o equipamento é de última geração o custo do investimento não pode ser barato. Esperamos que este sistema que promete garantir vigilância de 24 horas seja usado na sua plenitude e não vire um “elefante branco”. Só tempo dirá!

Se eles nos espiam, nós também estaremos de olho.

Jamil Souza

Concurso da Prefeitura de Feira: Uefs encerra sua participação retificando lista de convocados para professor

As provas do concurso público foram realizadas domingo (25), pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs). O resultado do concurso será divulgado dentro de 15 dias.

As provas do concurso público foram realizadas domingo (25), pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs). O resultado do concurso será divulgado dentro de 15 dias.

A Uefs retificou a relação dos candidatos aprovados para o cargo de professor do concurso público da Prefeitura Municipal de Feira de Santana. Estão sendo convocados 50 aprovados, em conformidade com o Edital, e não apenas 20, como foi inicialmente divulgado.

O resultado final do concurso público está publicado nos sites www.uefs.br, (em Notícias e na seção Concursos e Seleções) e www.feiradesantana.ba.gov.br, da Prefeitura Municipal de Feira de Santana.

Com esta divulgação, a Universidade Estadual de Feira de Santana encerra a participação no concurso. As próximas etapas, de homologação, nomeação e posse, estão sob a responsabilidade da Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Administração.

Fonte: Ascom/Uefs
 
 

Concurso da Prefeitura de Feira de Santana: após julgamento dos recursos, já está disponível a lista com a nova relação dos aprovados

Confira a lista com a nova relação de aprovados no concurso da Prefeitura de Feira de Santana.

Já está disponível a nova relação de aprovados no concurso da Prefeitura de Feira de Santana após o julgamento dos recursos. A Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS, responsável pelo concurso, divulgou a nova lista.

Nessa etapa foram julgados os recursos ao resultado da etapa única do concurso para os cargos de Intérprete de Libras, Secretário Escolar e Técnico em Enfermagem e primeira etapa para os demais cargos.

Confira aqui a lista com a nova relação de aprovados no concurso da Prefeitura de Feira de Santana.