centrale opvang asielzoekers http://decidered.download sams island nürnberg sociaal plan bam go praevia totalis babycenter http://payclimb.space/2018/08 mistrives ekstremt på jobb http://sweetshoulder.life/2018/08 basic laungauge for aap development casier rive f2 pas cher http://stationpaper.live notenbuch des heinrich nicol phillip louis vuitton belt there potter team secret http://decreasesnow.xyz/2018 myles kennedy patience

(Cartaz da Feira do Livro 2017, quando o evento completou 10 anos)

bruder ist obdachlos Aumentando de tamanho e importância a cada ano, realizada pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), desde 2008, a Feira do Livro – Festival Literário e Cultural de Feira de Santana ganhou o status de Patrimônio Imaterial e Cultural do Estado. O Projeto de Lei 22.709/2018, que deu este reconhecimento ao evento e é de autoria do deputado estadual Zé Neto, foi aprovado, por unanimidade, pela Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) esta semana.

A cultura popular sempre teve espaço na Feira do Livro. Na foto, Luiz Natividade apresentando seu trabalho numa das edições do feira. (Foto: Arquivo pessoal / Facebook)

Segundo o reitor da Uefs, professor Evandro do Nascimento, essa é uma conquista importante, pois consolida um projeto que tende cada vez mais a pertencer à sociedade. “O deputado Zé Neto honrou um compromisso assumido ano passado em aprovar esse projeto e por isso o parabenizamos. Agora precisamos usufruir desse reconhecimento para angariar apoios institucionais e recursos, de forma a viabilizar a perenidade da Feira”, destacou.

A Feira do Livro é uma ação na Pró-reitoria de Extensão (Proex) da Universidade. Sobre a conquista deste reconhecimento, o pró-reitor Márcio Campos destacou que “há muitas pessoas envolvidas nela e, além da equipe da Proex, é preciso destacar a importância das duas anteriores gestões da Uefs, que nos antecederam, e contribuíram de forma significativa para este reconhecimento da Feira do Livro”.

A expectativa do deputado Zé Neto (PT) em relação à aprovação do Projeto de Lei proposto por ele é a ampliação do evento, sobretudo, no que diz respeito à busca de investimentos. “Isso, com certeza, vai garantir a nossa Feira do Livro reconhecimentos extraordinários e vai ampliar os seus horizontes para buscar recursos e ainda mais visibilidade para este e demais eventos culturais da cidade”, afirmou.

Escritor e poeta Cleberton Santos momentos antes de ser entrevistado por Jamil Souza para o Blog Bahia Geral durante a 7º edição da Feira do Livro.

Este ano, a programação acontece no período de 25 a 30 de setembro, com expectativa de público de cerca de 70 mil pessoas. A realização da Feira do Livro conta com a parceria da Prefeitura Municipal, da Fundação Egberto Costa, do Governo do Estado da Bahia, da Arquidiocese de Feira de Santana e do Serviço Social do Comércio (Sesc).

Ao longo de suas edições, a Feira do Livro sempre acolheu com respeito as manifestações da cultura popular. Tornou-se um espaço de arte em que o livro, dono absoluto da festa, convive feliz e harmonioso com outras manifestações artísticas e culturais. Na Feira do Livro o sertão e o sertanejo têm espaço respeitoso, o cordel, os causos e a cantoria são ali abrigados. É um espaço em que intelectuais e repentistas têm o mesmo peso, e em que o livro abra-se para o mundo de novos leitores, alguns em ainda tenra idade são ali apresentados ao universo mágico, sonhador, explorador e esclarecedor da literatura e sua muitas vertentes.

Show musicais, artes circenses e muito ludicidade compõem o universo de risos e cultura que emanam da Feira do livro. Ser reconhecida como Patrimônio Imaterial e Cultural do Estado é um justo reconhecimento. Nas 10 edições, o Festival Literário e Cultural de Feira de Santana tem dado uma importante contribuição para a divulgação e popularização da literatura e deste veiculo tão antigo, mas, também tão atual, o livro.

Em todas as edições da Feira do Livro o Blog Bahia Geral participou divulgando e fazendo a cobertura do evento. Posteriormente, também a Rádio BBG passou a ter no Festival Literário e Cultural de Feira de Santana um local para boas pautas e em que boas entrevistas acontecem. Sem dúvidas, compartilhamos esta notícia com a maior alegria e desejamos vida longa à nossa querida Feira do Livro da cidade Feira.

Jamil Souza, com informes da Secom PMFS